sexta-feira, 2 de março de 2018

Vereadores de Natal afirmam que proposta do Seturn é uma chantagem

As ameaças feitas pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Natal (Seturn), caso não seja aprovado o reajuste das passagens de ônibus, são consideradas ‘chantagens’ e exigem posicionamento firme da Prefeitura, segundo opinião de alguns vereadores 
“Isso é uma chantagem do Seturn. Mas também mostra a omissão da Prefeitura com relação ao assunto”, ataca o vereador Fernando Lucena (PT). Contudo, para ele, a Prefeitura deve acabar acatando aos ‘caprichos’ dos empresários. 
O Seturn pede alta de 9,25% na tarifa dos ônibus da capital. Com a solicitação, a passagem poderia subir dos atuais R$ 3,35 para R$ 3,66. O último aumento das passagens aconteceu em abril do ano passado, com alta de 15,52%.
Para o vereador Sandro Pimentel (PSOL), o prefeito Carlos Eduardo não pode aceitar as ameaças do Seturn. “Os empresários do transporte são sanguessugas. É algo sacana que estão fazendo, apenas para pressionar a gestão municipal”, recrimina.
O processo licitatório também é defendida pela vereadora Nina Souza (PEN), líder do governo na Câmara. Para ela, regras bem definidas para o setor de transporte públicos impedirão polêmicas. “Enquanto Natal não tiver um edital, um contrato, para poder cobrar e fiscalizar as empresas de ônibus, a situação vai ficar assim. É preciso juntar forças para melhorar todo o sistema”, conclui.
com informações de agorarn.com.br