quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Mourão, vice de Bolsonaro, critica 13º salário e adicional de férias

Alf Ribeiro/Futura Press
O general Hamilton Mourão, candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro à Presidência, criticou na última terça-feira (25) o pagamento de 13º salário e o pagamento do adicional de férias no Brasil. A fala aconteceu em palestra na Câmara de Dirigentes Lojistas de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.

Para Mourão, os direitos trabalhistas são “jabuticabas”, isto é, ocorrem só no Brasil e em mais nenhum outro país do mundo.

“Temos algumas jabuticabas que a gente sabe que é uma mochila nas costas de todo empresário. Jabuticabas brasileiras: 13º salário. Se a gente arrecada doze, como é que nós pagamos treze? É complicado, e é o único lugar em que a pessoa entra em férias e ganha mais, é aqui no Brasil. São coisas nossas, a legislação que está aí, é sempre aquela visão dita social, mas com o chapéu dos outros, não é com o chapéu do governo”, disse.

O vice de Bolsonaro também criticou o pagamento de imposto sindical, extinto pela reforma trabalhista aprovada pelo Congresso em 2017. “Sabemos perfeitamente o custo que tem o trabalhador essa questão do sindicato, do imposto sindical, em cima da atividade produtiva, é o mais custo que existe”, disse Mourão, mencionando ainda a necessidade de “implementação séria” da reforma trabalhista. (Com informações da revista Veja). 

com informações de yahoonotícias