terça-feira, 30 de outubro de 2018

Funcionário do governo dos EUA infecta rede inteira depois de ver filme pornô

Um funcionário do governo dos Estados Unidos infectou uma rede inteira depois de acessar sites de vídeos pornô no trabalho (Pixabay)
   
Um funcionário do governo dos Estados Unidos infectou uma rede inteira depois de acessar sites de vídeos pornô no trabalho. O empregado do Eros (Earth Resources Observation and Science Center), centro ligado ao Serviço Geológico do país, não teve seu nome ou orientação sexual divulgados, mas, de acordo com investigadores, tinha “um extenso histórico de visitação” desse tipo de sites.

As investigações mostraram que foram acessadas mais de nove mil páginas por uma mesma pessoa. Além de acessar os sites, o funcionário salvava arquivos em seu computador e, muitas vezes, os transfira para um dispositivo USB não autorizado.

O funcionário do departamento do interior do país que investigou o caso explica que o malware instalado no computador e no celular poderia roubar dados da rede e até sequestrar os dispositivos que fazem parte dela, trancando completamente o seu acesso. O celular da pessoa também estava infectado com o vírus.

O  relatorio  do evento, divulgado recentemente, não indica o que aconteceu com o empregado descuidado, mas destaca que sua situação só não ficou pior porque o departamento em que trabalha, o EROS, não armazena dados confidenciais.


com informações de yahoonotícias