quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Mulher morre esfaqueada pelo namorado na Grande SP

 Foto: Reprodução/Facebook
Uma mulher de 38 anos foi morta a facadas em São Caetano do Sul, no ABC paulista. As informações são do jornal O Globo.
O marceneiro Givanilson dos Santos, de 26 anos, confessou à polícia ter golpeado a companheira Paula Patrícia Mello diversas vezes – no hospital, foram constatadas 26 facadas. A Polícia Civil informou que os dois começaram a brigar em casa, segundo testemunhas.
O próprio namorado, segundo as autoridades, foi quem ligou para o serviço de ambulância. Desesperado com a demora, o rapaz a levou no próprio carro. Inicialmente, Givanilson afirmou, segundo o boletim de ocorrência, que ele e Paula tinham sido vítimas de um roubo.
Depois de constatado os diversos golpes em Paula, ele acabou confessando que a esfaqueou em uma briga e a levou para o hospital. Também ferido, o homem contou que ainda escorregou em uma poça de sangue e caiu em cima da faca usada no crime.
Ele está internado no Complexo Hospitalar Marcia e Maria Braido, local onde a vítima foi atendida, sob escolta policial. Sua defesa não foi localizada.

FEMINISTA

Segundo o jornal Folha de São Paulo, o irmão de Paula, Bruno César de Mello, de 26 anos, contou que o feminismo era uma das bandeiras que a irmã defendia. Amigas também relataram que Patrícia e Givanilson costumavam ir a manifestações, inclusive a protestos feministas, mas haviam começado a brigar com frequência recentemente.

com informações de yahoonotícias