sexta-feira, 22 de março de 2019

Instituto Histórico e Geográfico do RN busca parceria com Poder Judiciário

Resultado de imagem para Instituto Histórico e Geográfico do RN busca parceria com Poder Judiciário

A partir de uma reunião realizada hoje (22), o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN) pretende formalizar parceria com o Poder Judiciário Estadual, por meio da Escola da Magistratura do RN (Esmarn), para possíveis reedições de obras históricas e jurídicas. A iniciativa tem o respaldo da presidência do Tribunal de Justiça (TJRN).  Há dois livros que estão sendo avaliados para possíveis publicações: Responsabilidade Civil do Estado (1906), de Amaro Cavalcanti, e Erro Essencial de Pessoa (1954), de João Medeiros Filho.
Segundo o presidente do IHGRN, Ormuz Simonetti, a reedição das obras jurídicas é de grande importância para a conservação histórica, muitas delas as quais são base para o Direito brasileiro. “É um clássico que ainda hoje se utiliza aquelas diretrizes. Pelo tempo que foi escrito, ainda serve de base para muitas decisões e situações no presente”, afirma. Às vésperas da comemoração dos 117 anos de existência no estado, Simonetti ressalta que a instituição busca essas parcerias para continuar cumprindo o papel de responsabilidade social, e manter viva a história da literatura brasileira e norte-rio-grandense.
“Nós somos os guardiões da memória do estado. Guardamos mais de 400 anos de história e documento. Pegamos o período colonial, imperial e republicano. Toda essa documentação se encontra no instituto. Nós temos o primeiro documento jurídico, as Sesmarias [O Regramento Jurídico das Sesmarias], que são as datas de terras; temos todas as partes jurídicas do estado; todas as leis e decretos; está tudo guardado e bem guardado por nós”, destaca.