quarta-feira, 20 de março de 2019

Loucura, loucura, loucura: Médico afirma: “quem come ginga com tapioca é debiloide”

Se você come  e é adepto a ginga com tapioca, prato tradicional servido nas praias de Natal, especialmente na Redinha, é considerado debiloide pelo médico e escritor Armando Negreiros. Em vídeo divulgado nas redes sociais, o profissional da saúde usa o termo para alertar que a iguaria pode desencadear problemas de saúde, levando até ao desenvolvimento de um câncer no intestino.



O médico fez a declaração ao ser questionado sobre o que pensa sobre a ginga com tapioca. “Um absurdo, aquilo escapa uma espinha, se introduz no tubo digestivo, que pode ser desde o esôfago até o reto, e ali, silenciosamente, se transformar em câncer ou perfuração do esôfago, cujo índice de óbito é de 50%, mediastinite”, explica no vídeo e finaliza: “Então, quem come ginga com tapioca é debiloide”.
Em contato com o médico para esclarecer o assunto e mesmo reafirmando sobre o risco para a saúde, Armando Negreiros, disse não ter conhecimento sobre pacientes que tenham sofrido com o mal ocasionado pelo amado prato típico de Natal. “Eu não cheguei a atender pacientes com esse problema, mas é porque pode evoluir silenciosamente. 
Já atendi casos de engasgo com peixe. O problema é que a ginga pode ser mal digerida junto com a tapioca e as espinhas descerem inteiras provocando o ferimento e malignizar. Mas demora muito tempo pra chegar a esse nível”, explica Armando Negreiros.
com informações de portalnoar.com.br