sábado, 15 de junho de 2019

Casas Bahia são vendidas e retornam às mãos de seu dono original

Divulgação
  Foto: Divulgação
O conselho de administração do GPA (Grupo Pão de Açúcar) aprovou a venda do controle da Via Varejo que detém as marcas Casas Bahia e Ponto Frio para o empresário Michael Klein.
Em comunicado ao mercado, o grupo informou que o conselho de administração do GPA concordou em vender todas as ações detidas pela companhia na Via Varejo em leilão na B3, pelo preço mínimo de R$ 4,75.
Na véspera, ainda segundo o comunicado, o GPA havia recebido uma carta de Klein comunicando que, caso a Companhia vendesse as ações na Bolsa, ele faria individualmente (direta ou indiretamente) e em conjunto com outros investidores ordens de compra para comprar os papéis pelo preço máximo de R$ 4,75 cada.
Com o negócio, as Casas Bahia voltam para a família fundadora da rede. Então já sob a gestão de Michael Klein, a rede havia sido vendida em 2009 para o Grupo Pão de Açúcar.
Conforme havia antecipado a Folha de S.Paulo em março, a família Klein já vinha discutindo a chance de aumentar sua presença no conselho da empresa. Na época, a ideia era que a expansão fosse feita por Raphael Klein, filho de Michael, que não admitia a movimentação.
Procurado pela reportagem na ocasião, Michael dizia que os Klein tinham 25% da Via Varejo, com direito a duas cadeiras no conselho, e que uma terceira dependeria de aumentar seu percentual de ações, algo que estava fora do radar, segundo ele.
Michael Klein é filho de Samuel Klein, empresário polonês que criou as Casas Bahia. É ele quem administra os negócios da família, reunidos em torno do grupo CB, cujo foco está nas áreas de imóveis, aviação executiva e participação em outras empresas.