quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Acabou a novela: Regina Duarte encerra suspense e aceita convite de Bolsonaro


Regina Duarte e Jair Bolsonaro em foto postada pelo Twitter do Palácio do Planalto. (Foto: Divulgação/Twitter)






O anúncio aconteceu após uma reunião, realizada nesta quarta-feira (29), entre Regina Duarte e o presidente. A atriz chegou a Brasília no início da tarde e analisou a estrutura da Secretaria da Cultura.

Do convite à decisão, foram 12 dias. O nome de Regina começou a ser ventilado no Planalto ainda na sexta (18), logo após a saída de Alvim, por influência da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Na segunda-feira (20), a atriz teve uma reunião com presidente, na qual discutiram o “futuro da Cultura do Brasil”, e deixou o Planalto afirmando que estavam noivando e, na terça-feira iniciou um “período de testes”.

Ao chegar em Brasília na quarta-feira (22) disse que era preciso ir “com tempo”. "Não, hoje não. Ei, pera aí, noivado é noivado. Vou continuar conversando, noivando", disse a atriz. O presidente teria ainda dado “carta branca” à atriz para rever nomeações feitas anteriormente na pasta.

A Secretaria Especial da Cultura ficou a cargo das atividades do antigo Ministério da Cultura, extinto por Bolsonaro logo no início da sua gestão, e passou a ser atribuição do Ministério do Turismo.

Diante dos rumores sobre a pasta voltar a ter um status de ministério numa eventual gestão dela, a atriz se mostrou indiferente. "Não sei e não acho que isso é importante agora", opinou, que disse ainda ter "uma porção de coisa" para ajustar na área cultural, mas sem entrar em detalhes.
com informações de yahoonotícias