sábado, 8 de fevereiro de 2020

Itamaraty agradece China por autorizar pouso de aviões da FAB

Aeronaves devem chegar ao Brasil neste domingo (9)
O Ministério das Relações Exteriores divulgou neste sábado (8) uma nota de agradecimento ao governo chinês por autorizar o pouso de aeronaves brasileiras no país.

Os dois aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) que trazem os brasileiros de Wuhan, epicentro do surto mundial do coronavírus, e cidadãos de outros países têm previsão de pouso na Base Aérea de Anápolis, em Goiás, às 3h deste domingo (9).

“O governo brasileiro empenhou-se ativamente, nos últimos dias, para concluir as providências logísticas e diplomáticas para trazer de volta ao Brasil, em segurança, os cidadãos brasileiros e seus familiares chineses que se encontravam em Hubei/Wuhan, na China, e que expressaram o desejo de retornar ao país em decorrência da emergência sanitária gerada pelo novo coronavírus”, diz a nota.

“O governo brasileiro manifesta seu agradecimento ao governo chinês por, prontamente, autorizar o pouso das aeronaves brasileiras e facilitar os trâmites necessários para a retirada dos brasileiros e seus familiares. Expressa também seu reconhecimento aos governos da Polônia e da Espanha pela solidariedade prestada, ao permitir a escala das aeronaves brasileiras nos trajetos de ida e retorno ao Brasil”, acrescentou.

A Base Aérea de Anápolis está pronta para receber os brasileiros. Os repatriados deverão permanecer em quarentena por 18 dias, no hotel de trânsito da Força Aérea, que foi especialmente preparado para essa operação.

No início da noite dessa sexta-feira (7), os dois aviões decolaram de Wuhan, na China, com os 34 resgatados a bordo. Há quatro escalas técnicas de reabastecimento: em Ürumqi, na China, Varsóvia, na Polônia, Las Palmas, na Espanha, e já no Brasil, em Fortaleza.

Os cidadãos brasileiros resgatados ficarão em apartamentos individuais ou, no caso dos que são pais ou mães de crianças menores, no mesmo quarto. O grupo inclui crianças de 2 e 3 anos e outras de 7 a 12 anos. As visitas estão proibidas.

com informações do R7.com