sexta-feira, 27 de março de 2020

Justiça mantém suspensão de feiras livres neste final de semana em Parnamirim

| |
A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), em cumprimento à decisão judicial e conforme a Declaração de Emergência em Saúde Pública, informa que as feiras livres de Parnamirim permanecem suspensas neste final de semana. A determinação segue desde o último domingo (22), com prazo de 30 dias prorrogáveis e faz parte de mais uma medida de prevenção ao Coronavírus (COVID-19). 

Entretanto, preocupado com a situação dos feirantes de Parnamirim o prefeito Rosano Taveira solicitou ao secretário de Serviços Urbanos, Charles Quadros, que na próxima semana discuta com a Justiça e com os feirantes medidas de segurança e prevenção, além de sugestões e orientações para possibilitar uma nova determinação com restrições para o funcionamento das feiras livres. 

"Na próxima semana irei me reunir com a juíza responsável pela determinação e a promotora de justiça para estudarmos uma maneira de reativar o funcionamento das feiras livres em Parnamirim. Com isso, pretendo conversar com os feirantes para levar suas propostas à justiça. Algumas das restrições se referem à distância das barracas (2 metros); cada banca deve possuir álcool em gel e as mercadorias devem ser higienizadas, além disso, os feirantes devem prezar pela organização do local, assegurando que não haja lixo no local. Após a reunião e deliberação com o judiciário, nós informaremos quais serão os próximos passos”, disse. 

Do blog: Não da para entender essa proibição da justiça, em Natal com o aval do MP, os feirantes e a Prefeitura fizeram um acordo definindo o retorno das feiras com algumas restrições. Será que a barriga do feirante de Natal é diferente da barriga do feirante de Parnamirim? Com a palavra a justiça do RN.