quinta-feira, 27 de agosto de 2020

FGTS: Prazo para nascidos em agosto aderirem ao saque-aniversário termina na segunda-feira

| |
 FGTS: Confira as opções de saque na pandemia
Termina na próxima segunda-feira (31) o prazo para o trabalhador nascido em agosto aderir ao saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), se quiser resgatar o dinheiro ainda em 2020. A migração para a modalidade é opcional e deve ser informada à Caixa.

Ao escolher o saque-aniversário, o trabalhador pode retirar uma parte do saldo das suas contas do FGTS todo ano. Os aniversariantes de agosto que optarem pela modalidade a partir de terça-feira (dia 1º) só vão começar a receber as parcelas todo ano a partir de 2021.

De acordo com o último balanço divulgado pela Caixa, 6,1 milhões de pessoas já aderiram ao saque-aniversário e o montante disponível para retirada nesta modalidade está em R$ 14 bilhões.
O banco também anunciou uma linha de crédito para que os trabalhadores que aderirem ao saque-aniversário possam antecipar até três anos do pagamento.

Quem optar o saque-aniversário perde a possibilidade de sacar o valor integral do fundo se for demitido. O que permanece igual é o acesso à multa rescisória de 40% sobre o valor depositado pelo empregador em caso de desligamento sem justa causa, além da possibilidade de saque para compra da casa própria, aposentadoria ou doença grave.

O prazo para aderir ao saque-aniversário e ter acesso a parte do saldo depositado nas contas ainda em 2020 termina sempre no último dia do mês de nascimento do trabalhador. Já o prazo para sacar o dinheiro do saque-aniversário segue um calendário estabelecido pela Caixa.

A modalidade de saque-aniversário do FGTS seguirá o seguinte calendário neste ano:
Nascidos em janeiro e fevereiro: recebem de abril a junho de 2020
Nascidos em março e abril: recebem de maio a julho de 2020
Nascidos em maio e junho: recebem de junho a agosto de 2020
Nascidos em julho: recebem de julho a setembro de 2020
Nascidos em agosto: recebem de agosto a outubro de 2020
Nascidos em setembro: recebem de setembro a novembro de 2020
Nascidos em outubro: recebem de outubro a dezembro de 2020
Nascidos em novembro: recebem de novembro de 2020 a janeiro de 2021
Nascidos em dezembro: recebem de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021

A partir de 2021, todos os anos o saque ficará disponível por três meses, a partir do primeiro dia útil do mês de aniversário do trabalhador. Por exemplo, quem nasceu em 20 de março poderá sacar de 1º de março até o último dia útil de maio.

Quem optar pelo saque-aniversário e depois mudar de ideia terá que esperar 24 meses para a mudança fazer efeito. Já quem preferir ficar no modelo tradicional de acesso ao FGTS, chamado agora de saque-rescisão — e ter direito a sacar o saldo integral em caso de demissão — não precisa fazer nada.

1. O trabalhador deverá entra no site da Caixa e acessar o link do saque-aniversário.
2. O trabalhador deverá informar o CPF, o número do NIS ou o e-mail cadastrado no sistema da Caixa e a senha também cadastrada anteriormente. Depois, precisará selecionar "Não sou um robô" e apertar a tecla "Acessar":.
3. Em seguida, virá uma tela mostrando no topo da página o nome e a inscrição do beneficiário
4. O trabalhador, então, deverá entrar em Meu FGTS, que fica ao lado esquerdo da tela. Virão as opções "Simulador Saque Aniversário" e "Opção Sistemática de Saque FGTS"
5. Se o trabalhador clicar em "Simulador Saque Aniversário", verá o valor a que terá direito em caso de optar pelo saque-aniversário e o período de saque. Na mesma tela, será explicado como o valor é calculado. Além disso, haverá o detalhamento do saldo de todas as contas de FGTS em nome do interessado, tanto ativas como inativas
6. Se clicar em "Opção Sistemática de Saque FGTS", o trabalhador verá a página onde ele poderá optar pelo saque-aniversário e também simular o valor da retirada
7. Ao optar pelo saque-aniversário, o trabalhador precisará escolher a data de recebimento do FGTS (1º ou 10 dia do mês) e a opção de receber por um canal de pagamento da Caixa ou por meio de crédito feito em conta de outra instituição financeira. Ao final, será preciso clicar em "Salvar".