segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Ford Fusion se destaca entre os esportivos de luxo

| |

Foto: Pixabay

Tecnologias semiautônomas aliadas com dirigibilidade e segurança fazem o conjunto de características que conquistaram os consumidores em uma experiência até então inédita para sedans esportivos no mercado de luxo.

Com design único e elegância, o Fusion consolidou sua marca e assumiu a liderança da categoria no segmento premium em 2017, com 87% das vendas acumuladas no período.

Na ocasião, o modelo da Ford superou concorrentes renomados como Mercedes-Benz Classe C, BMW Série 3 e Audi A4. Conquistar a liderança entre nomes importantes significou retomar um lugar no mercado que a marca já não ocupava a um ano.

O sucesso entre os proprietários que garantiu um bom resultado ao Fusion se deve às vantagens que o modelo oferece. Além de um design moderno, há um conjunto de tecnologias implementadas para garantir segurança, dirigibilidade, conveniência e conforto aos ocupantes.

Para isso, o Fusion foi o primeiro sedan da categoria a implantar recursos como assistente de frenagem autônoma com detecção de pedestres, piloto automático com “stop and go”, alerta de colisão com assistência autônoma de frenagem, estacionamento automático, espelhos retrovisores eletrocrômicos e retrovisores externos com rebatimento elétrico.

Considerado um dos veículos mais seguros do mundo, conta com cinto traseiro de segurança inflável e o assistente de emergência, que faz uma ligação automática para o SAMU no caso de acidente com acionamento de airbags. Ainda quando o assunto é segurança, conta com 8 airbags, câmera de ré, controle de estabilidade e tração acendimento automáticos dos faróis.

Apresenta motor turbo 2.0 EcoBoost de 240 cavalos e outra versão 2.5 flex de 175 cavalos, que é destaque na economia de combustível e potência.

Já na questão do entretenimento, conta com sistema de conectividade SYNC 3 com tela de oito polegadas, GPS de todo o Brasil, conexão Bluetooth para Apple Carplay e Android Auto, USB, cartão de memória, entrada de áudio e vídeo RCA, comando de voz em português,navegador, telefone e ar-condicionado digital com controle de temperatura pelo motorista.

No interior conta com seletor de marchas E-shifter, bancos de couro com ajuste elétrico, memória e aquecimento na frente e ainda painel com

acabamento soft. Assim, o carro ganhou pontos em conforto e em um desempenho ainda mais silencioso. Agora que você já conhece os detalhes por trás do Ford Fusion, confira algumas motivos para investir no seu:

OPORTUNIDADE

Investir em um Fusion agora pode ser sua última oportunidade de conquistar um dos melhores e mais seguros sedans do país. Isso porque o modelo terá sua produção encerrada pela Ford até o fim do ano.

A finalização da produção já vinha sendo planejada desde 2018, quando a Ford deixou de vender sedans e hatchbacks nos Estados Unidos. A decisão é resultado da perda do espaço que o modelo obteve no mercado norte americano, que acabou influenciando a produção destinada para a América Latina.

Mesmo com o anúncio realizado a apenas quatro meses, a importação do veículo já havia sendo interrompida no ano passado. Agora para garantir o Fusion a alternativa é buscar unidades direto na revenda ou opções restantes em alguma concessionária.

MELHOR COMPRA

Em 2017, o Fusion foi eleito a melhor compra da categoria em um levantamento realizado pela imprensa especializada de carros até R$ 170.000,00.

Na avaliação dos modelos foram analisados itens como equipamentos, desempenho, preço de compra, revisões, peças, índice de desvalorização do veículo e a rede de assistência técnica da marca.

Os principais destaques apontados frente aos concorrentes estão o design elegante, espaço interno e porta-malas grande, interior com acabamento, bom desempenho e nível de tecnologia acima da média da categoria.

DESEMPENHO E CONSUMO

Com o motor turbo 2.0 EcoBoost de 240 cavalos e 34,5 kgfm de torque, o Fusion tem um desempenho acima da média. O peso do veículo não atrapalha nos resultados, que são facilmente conquistados com um toque mais fundo no motor.

Apesar de se tratar de um modelo esportivo, todas as suas características são estruturas de forma a garantir a segurança de todos os ocupantes do carro. Entre os itens está o câmbio de seis marchas com conversor de torque.

Ainda na questão do desempenho, vai de 0 a 100 km/h em apenas 7,4 segundos. Já o consumo é apontado com razoável pelas as avaliações. A base de gasolina, são 7,9 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada.

MANUTENÇÃO E SEGURO

Por destacar a questão da segurança, ao optar por um Fusion não tem como deixar de avaliar os custos de manutenção e seguro, para prolongar ainda mais a segurança e a performance do veículo.

Assim a cesta de itens fica em torno dos R$ 4.670, com produtos originais analisados, entre eles: para-choque dianteiro, farol, pastilhas de freio, disco de freio e amortecedores.

Já o custo de revisões pode variar de acordo com a versão escolhida e também com a quilometragem rodada. Iniciando em 10 mil quilômetros, a revisão do Ecoboost 2.0 fica em R$ 499,00. Já o Hybrid 2.0 tem início em R$ 299,00.Com o aumento da quilometragem rodada, o preço em relação ao Ecoboost varia de R$ 799,00 podendo chegar até R$ 1.704. No caso do Hybrid, por exemplo, a variação é um pouco menor indo de R$ 499,00 podendo chegar até R$ 1.288.

Frente a esses valores é importante reforçar que uma das principais características do Ford Fusion, que fez o modelo se tornar um dos mais relevantes da marca entre os sedans esportivos é justamente a questão

da segurança. Mesmo entre as últimas unidades do mercado ou até mesmo entre as opções usadas, o Fusion apresenta bom desempenho, sem a necessidade de grandes reparos por parte de seus proprietários. Entretanto, vale reforçar a necessidade em realizar as manutenções preventivas regularmente para atestar a performance e os resultados dos itens dispostos no veículo, evitando acidentes de trânsito.