sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Afastado da Prefeitura de Extremoz, Joaz teve apoio e participação na gestão de Jussara Sales e Eduardo Mota

| |

 
Às vésperas das eleições de 15 de novembro, o prefeito de Extrmeoz, Joaz Oliveira, foi afastado nesta sexta-feira (30). A cidade amanheceu com a Polícia Federal em sua porta, com as Operações Vale Tudo e Judá, esta também deflagrada pelo Ministério Público Eleitoral. São denúncias de uma operação  criminosa por fraudes em licitação, lavagem de dinheiro, esquema de corrupção que chegou a tanto às vésperas da eleição.  

Há 4 anos, o então candidato Joaz Oliveira contava com apoio dos vereadores Jussara Sales e Eduardo Mota, eleitos com apoio de Joaz, e hoje candidatos contra ele. Com isso, estavam juntos na administração e com apoio na Câmara Municipal. Para isso,  Jussara Sales participou da gestão Joaz ao indicar Whitney Soares e Lima, seu esposo, para ser o sub-secretário de Articulação Política da Prefeitura de Extremoz, chegando a indicar seu substituto e outros cargos na administração, tudo nessa gestão. Agora, quem vai assumir a prefeitura, com o afastamento de Joaz, é Macho Sales, o vice-prefeito, tio de Jussara Sales, todos participaram da gestão. 

Além disso, o candidato a vice de Jusssara, Isidoro Filho, conseguiu nomear na gestão de Joaz, a sua esposa, Suziane Kaline de Souza. O vereador Eduardo Mota, também candidato pelo PSDB, apoiou também Joaz nas eleições de 2016. Ele indicou a sua esposa, Teysa Freire Cavalcante Ferreira de Souza, para cargo comissionado, participando com esse benefício da administração, apoiando o governo na Câmara Municipal. 

Quem também esteve apoiando Joaz em 2016 foi o ex-prefeito Enilton Trindade, que indicou Netinho para ser vice de Eduardo Mota na disputa este ano. Enilton apareceu no dia da festa da comemoração da vitória da Joaz em 2016.