domingo, 18 de julho de 2021

Alcaçuz: Devido a fuga de 12 presos, visitas presenciais e pela internet estão suspensas

| |

A Secretaria da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (SEAP-RN) determinou a suspensão temporária das televisitas e visitas presenciais no Complexo Penal de Alcaçuz. De acordo com nota divulgada à Imprensa, a medida foi tomada após a fuga de 12 internos daquela unidade prisional ocorrida na madrugada de sábado 17 de julho do corrente ano.

A Seap entendeu que a medida se faz necessária para a realização de revistas estruturais e pessoais em todas as celas da unidade e avaliação dos procedimentos de segurança. O Complexo do Alcaçuz teve a segurança reforçada nos últimos meses com efetivo extra viabilizado através do pagamento de diárias operacionais aos policiais penais que atuam dentro dos pavilhões e nas guaritas.

O custo desse reforço é de R$ 470 mil mensais e inclui, além de policiais de plantão, unidades especializadas do Grupo de Operações Especiais (GOE) e Grupo Penitenciário de Operações com Cães (GPOC). A SEAP também realizou no mês de junho o Plano de Contingência em casos de fugas, rebeliões, motins e resgate, assim como treinamento de grupos táticos em Alcaçuz.

Após sair da cela 9 do Pavilhão 4, os presos usaram uma teresa (corda feita de lençóis amarrados) para passar pela muralha da penitenciária e escapar. Ao todo, a cela tinha 22 detentos - 10 deles não fugiram. A cela 9 é a mais próxima da muralha por onde os homens escaparam. O Pavilhão 4 abrigava 738 presos antes da fuga e que, no total, a Penitenciária de Alcaçuz tinha 1.649 presos.

Com informações de: fimdalinha