sábado, 31 de julho de 2021

Sesap amplia reversão de UTIs Covid para atender população no RN

| |

O Governo do Estado segue ampliando a assistência em saúde para toda a população. Em coletiva nessa sexta-feira (30), foram anunciadas novas reversões de leitos, que antes eram exclusivamente Covid e agora atenderão a outras patologias.

A queda nos números da pandemia vem permitindo uma transição de forma planejada pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Diante da diminuição das taxas de ocupação de leitos, a Sesap tem avançado na reversão de leitos, que possibilitará o atendimento a outras linhas de cuidado, além da retomada das cirurgias eletivas e a programação de vigilância a outros agravos.

Para a próxima semana, serão revertidos 27 leitos nos municípios de Santo Antônio, Apodi, João Câmara, São Paulo do Potengi e Pau dos Ferros.

No dia 1° de agosto, o contrato com a Liga para manutenção de leitos exclusivos Covid em Mossoró será encerrado. No Hospital São Luiz, também na "capital do Oeste", serão desmobilizados 20 UTIs do contrato que a Sesap partilha com a Prefeitura local.

No Hospital João Machado, em Natal, já foram revertidos cinco leitos – ficando a unidade com 50 leitos de UTI Covid e 20 leitos de UTI Geral. No Hospital Coronel Pedro Germano (Hospital da PM), a reversão foi de dez leitos, mesmo número do Hospital Regional Telecila Freitas Fontes, em Caicó. Em Mossoró, no Hospital Regional Tarcísio Maia são cinco leitos semi-intensivos.

Cenário epidemiológico e assistencial

“Os indicadores mostram que estamos com cenário que demonstra o sucesso das iniciativas de controle, viabilizadas com a parceria com os municípios, dados que também se expressam na queda da taxa de ocupação, hoje em torno de 40%”, destacou o Secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia.

O gestor, porém, alertou para a necessidade de manutenção dos cuidados de prevenção. “Queremos alertar a população de que os cuidados precisam ser mantidos, não temos que baixar a guarda para o risco de circulação de novas variantes, como temos visto em alguns países”, concluiu.

Com informações de: portaldatropical