quarta-feira, 8 de setembro de 2021

Patrulhamento no feriado: Guarda Municipal de Natal atuou de forma integrada para segurança nas manifestações do 7 de setembro

| |

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) por intermédio do Comando da Guarda Municipal do Natal (GMN) atuou na segurança das pessoas que participaram das manifestações nesta terça-feira, 7 de Setembro. Os guardas municipais foram distribuídos em viaturas operacionais ao longo dos locais de concentração e trabalharam integrados às demais forças de segurança pública do estado na missão de assegurar o direito democrático de manifestação e de inibir práticas contrárias à legislação.

A força policial utilizada pela Semdes contou com um efetivo de 50 guardas municipais e foram acionadas 14 viaturas de patrulhamento. O trabalho de segurança utilizou ainda o sistema de monitoramento por meio de câmeras de vigilância instaladas nas áreas onde ocorreram as manifestações populares. Neste sentido, as equipes das centrais de videomonitoramento da Guarda Municipal de Natal, Polícia Militar e da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) permaneceram com profissionais atentos, acompanhando o protesto nas ruas e avenidas que dispõem de câmeras de segurança operadas por essas instituições.

Os guardas municipais patrulharam o início dos protestos tanto na entrada da capital pelo lado Sul quanto pelo Norte, além da área litorânea, mais precisamente na Via Costeira. Também foram realizados patrulhamento e ponto base nos locais de concentração das duas manifestações, sendo uma na Praça Cívica e outra na Praça das Flores, como também na frente do Shopping Midway.

De acordo com a secretária da Semdes, Sheila Freitas, o plano de operações traçado por meio do Gabinete de Gestão Integrada Estadual (GGI-E) reuniu além da Guarda Municipal, as polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, o Corpo de Bombeiros, a STTU e outros. “Foi uma operação integrada tendo como objetivo a segurança dos manifestantes e a manutenção do ordenamento para que tudo ocorresse dentro da lei e da normalidade democrática”, comentou.

O comandante da GMN, Albefran Grilo, relatou que o planejamento e o aparato de segurança empregado durante as manifestações cumpriram com êxito a missão que resultou num protesto tranquilo, democrático e sem registro de alteração. “O plano de zelar pela segurança das pessoas e garantir o direito da livre manifestação foi garantido. Não houve registro de ocorrências e tudo transcorreu em paz. Todas as instituições envolvidas estão de parabéns pelo trabalho”, exaltou o comandante.