sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Penitenciária em Mossoró doa hortaliças cultivadas na própria unidade

| |

Policiais Penais distribuíram em forma de doação, nesta quinta-feira (16), hortaliças para três instituições humanitárias em Mossoró/RN. O material é cultivado pelos presos da Penitenciária Mário Negócio, através de parceria com a Vara de Execução Penal (VEP). Foram distribuídos: coentro, cebolinha, alface, rúcula e mandioca. As instituições agraciadas foram o Albem (Albergue de Mossoró), o Abrigo Amantino Câmara e a Associação de Apoio aos Portadortes de Câncer.

Todo o trabalho do cultivo é desenvolvido com a utilização de mão de obra carcerária do Rio Grande do Norte e o mais importante é que as hortaliças não contém agrotóxicos. O projeto foi iniciado há cerca de 30 dias e já vem apresentado resultados positivos. Na unidade prisional, foram cultivados recentemente mil pés de macaxeira e, desde o primeiro semestre, são realizados o cultivo e enxerto de mudas de caju para doação aos afetados pela seca.

Para o diretor da Penitenciária Mário Negócio, Márcio Morais, além de cumprir a finalidade da ressocialização, a produção das hortaliças já está auxiliando instituições carentes de Mossoró. “Essa oportunidade que a Secretaria da Administração Penitenciária tem dado aos internos do regime fechado, de dar oportunidade deles trabalharem, é que tem garantido a redução da pena através das remições, disse Márcio Morais". Para cada três dias de trabalho, o preso tem um dia da pena remido (diminuído).

Com informações de: fimdalinha