sábado, 13 de novembro de 2021

Tetracampeão Mundial avança às quartas no principal torneio do Aberto de Natal de Beach Tennis

| |

Tetracampeão Mundial pela seleção brasileira e atual 9º do mundo, o carioca Vinicius Font e o parceiro Airton Rodrigues, da Paraíba, estrearam com vitória neste sábado, no Aberto de Natal de Beach Tennis, evento internacional que acontece no Aeroclube do Rio Grande do Norte e que vai até segunda-feira, dia 15 de novembro.

A competição é a 3ª etapa do Circuito BRB de Beach Tennis e conta pontos para o ranking mundial da Federação Internacional de Tênis - ITF, distribuindo US$ 5.500 em premiação (equivalente a R$ 30 mil).

Font, ex-número 1 do mundo e primeiro não-italiano a liderar o ranking no esporte, e Rodrigues derrotaram a dupla formada José Neto e Fernando Albuquerque por um duplo 6/1 e enfrentam, neste domingo às 12h, a dupla formada por André Pedrosa e o potiguar Renato Villar.


Mais potiguares avançaram neste sábado. A dupla de Gabriel Nobrega e Felipe Novello, vice-campeã do torneio BT 10 que terminou na manhã deste sábado, Pedro Silva e Caio Modesto por 2/6 6/3 10/6 e faz duelo totalmente potiguar contra Alex Porfírio e Diego Cadete que passaram por João Aguiar e Denis Jaquetti por 6/3 6/0.

O domingo será de rodada dupla com jogos das quartas e das semifinais com os finalistas sendo definidos no feminino a partir das 14h30 e no masculino a partir das 16h. Os primeiros jogos no profissional começam às 9h30.

Ao todo, são 400 atletas nas disputas nos quatro dias de competição que conta também com torneios amadores das categorias A, B, C, D e Open além de categorias veteranos e juvenis.

O Aberto de Natal - Circuito BRB de Beach Tennis é uma realização da ITF - Federação Internacional de Tênis , CBT – Confederação Brasileira de Tênis e da FPT- Federação Potiguar de Tênis e conta com o patrocínio do Banco BRB e apoios da Prefeitura Municipal de Natal, Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Band Nordeste.


Fotos: Vinicius Font de rosa e Font com o parceiro Airton Rodrigues (preto) / Crédito: Sandro Menezes e Caio Guerra