quarta-feira, 29 de dezembro de 2021

População protesta cobrando justiça por homem atropelado em São Miguel do Gostoso

| |

Um turista que atropelou e matou um morador de Touros, no litoral norte, na última segunda-feira (27), foi liberado da prisão durante uma audiência de custódia e poderá responder em liberdade. A Justiça determinou o pagamento de fiança e suspensão do direito de dirigir para o carioca de 36 anos, que atualmente, mora na Europa, segundo informou à polícia.

A liberação do suspeito revoltou a família da vítima - o pescador Manoel Modesto da Silva, de 53 anos. Ele chegou a ser socorrido por amigos e familiares a uma unidade de saúde do município, mas não resistiu.

Manoel Modesto da Silva - vítima

"Causa uma frustração muito grande. Ele matou meu primo, saiu e deixou ele lá jogado, o que não se faz nem com um cachorro, e ainda escondeu o carro. E ai vai embora. A vida que segue, a dele. Mas e a do meu primo, vira só mais uma estatística? A família dele está destruída. Queremos justiça", afirmou Eduardo Carlos da Silva, de 40 anos, que é primo de Manoel.

Após atropelar Manoel, o turista abandonou o carro modelo Jeep Compass em uma rua de São Miguel do Gostoso - cidade vizinha - e fugiu, mas foi localizado o hotel onde estava hospedado. A Polícia Militar foi acionada e deu voz de prisão ao suspeito.

Eduardo afirmou que foi uma das primeiras pessoas a chegar ao local do acidente e começou uma busca, junto com outras pessoas, pelo suspeito. "Eu e os policiais militares somos testemunhas de que ele estava embriagado, dormindo enrolado em toalhas", afirma.

Com informações de: g1